A criatividade como expressão genuína e inevitável

Para Luísa Rosas, desenhar joias não se resume a uma herança natural, sendo também uma forma inevitável de encarar o mundo, uma consequência do seu talento para perceber padrões, movimentos e texturas. A inspiração da criadora para cada coleção nasce da simbiose entre o mundo estruturado da arquitetura e a existência aparentemente espontânea da Natureza. A abordagem particular de Luísa Rosas à criatividade - racionalizando, simplificando e geometrizando - revelou-se decisiva na sua forma inconfundível de reinventar as formas oferecidas pela Natureza.

Cada coleção da sua autoria parece oferecer-nos a oportunidade de ver a Natureza por uma lupa: amplificando, escrutinando e desconstruindo cada detalhe. Cada peça é a meta de uma corrida de incansável experimentação e de uma busca emotiva e sensorial pelo detalhe mais requintado.

A FORMA DA NATUREZA. FORMAS NATURALMENTE INSPIRADAS

O trabalho de Luísa Rosas é irrepreensível e evolui de forma harmoniosa, como os elementos da Natureza. As estruturas modulares e orgânicas da Natureza consistem na repetição e em padrões, a inspiração do trabalho da designer.

Cada coleção é o fim de um trabalho abrangente, um período de experimentação incansável e um envolvimento emocional e sensorial em que cada detalhe conta. O resultado é uma série de peças que pedem para serem tocadas, experimentadas e capazes de estimular simultaneamente uma combinação de sentidos – peças tão inesperadas quanto as mudanças no universo.

Luísa Rosas: levanta o véu sobre os segredos da Natureza.

A sinergia entre a racionalidade do pensamento arquitetónico e a liberdade criativa da alta joalharia é evidente no espírito criativo de Luísa Rosas. A combinação original entre estruturas organizadas e as formas orgânicas presentes na Natureza são a alma da marca.






O seu carrinho

Subtotal

X

Contacte-nos

Obrigado por nos contatar. Entraremos em contacto o mais breve possível.